A busca pela verdadeira sabedoria

maio 11, 2020 0 Por MR Treinamento e Desenvolvimento

Você já se perguntou: qual é a verdadeira sabedoria?

Onde esta se encontra, como faço para adquiri-la?

Um dos mais profundos mistérios da humanidade está relacionado com a profunda Sophia, um conhecimento tão denso que permitiria ao homem ser igual a Deus. O problema deste conhecimento é que não buscamos com submissão, mas com cobiça e desejos obscuros.

No livro escrito pelo Rei de Israel Salomão em torno de 900aC, nos mostra como podemos fazer para atingir a sabedoria, a verdadeira sapiência, capacidade de sermos pessoas plenas e capazes de vencer nosso “Falso eu”, afinal, o primeiro passo para vencer as coisas falsas que se agigantam em nosso redor é “Temer a Deus sobre todas as coisas…” pois “O temor a Deus é o princípio da sabedoria…” em outras palavras, reconhecer que Deus existe é o princípio da Sophia, o abrir das portas para o conhecimento.

Um dos problemas é que colocaram Deus dentro da religião e só se pode falar sobre ele dentro da mesma, e posso dizer sem sombras de dúvidas que Deus não está ligado a nenhuma religião, todavia, esta pode se ligar a Ele. Deus é a essência, nosso limitador, o que pode nos oferecer um controle, afinal, sem controle, o ser humano pode destruir o planeta e ainda pior, aniquilar o universo.

Os limites são extremamente importantes para nossas vidas, são eles que nos impedem de ficarmos loucos, pois, tudo que é demais transfigura nosso ser e nos leva a perda da razão.

É muito importante buscarmos o equilíbrio e a sensatez, ponderarmos sobre nosso comportamento diante da vida e o que estamos fazendo com as coisas que nos são dadas, afinal, você não é dono de nada, é um mordomo que está cuidando das coisas que foram oferecidas para você cuidar. Eu estou no momento cuidando de minha casa, meu escritório home office, do recurso financeiro que me resta, de minha esposa e família. A pergunta que ultimamente tenho feito é se estou conseguindo fazer meu trabalho direito, sim, a cada momento de minha vida reflito sobre isso, responsabilidades que o treinamento “Vencendo seu falso eu” me colocou, uma responsabilidade além da moral, da física e da sociedade.

Treinar pessoas é muito fácil, é preciso sim de muito estudo, pesquisas e anotações, posto que, treinar pessoas para mim é uma arte, todavia, praticar o que proponho nos treinamentos é o ponto de mutação, pois, aplicar primeiramente em minha vida tais conceitos é o principal ponto de mudança.

Amar as pessoas independentemente do que fazem, incluir indivíduos aparentemente improdutivos, olhar meu colega de trabalho como a pessoa mais importante e apoiá-lo em tudo, este é o desafio, pois, temos a tendência de desprezar as pessoas que não concordam com nossa forma de pensar, agir e reconhecer o mundo a nossa volta.

O pensamento ligado a questões minoritárias promove a exclusão, todos, sim, todos os seres humanos, independentemente do grupo que faz parte merece respeito, deve ser reconhecido e os conceitos de direita e esquerda devem ser desconstruídos urgentemente, posto que, tais preposições promovem a divisão do pensamento humano em ideologias que desconstrói é o sentido de civilização, transformando os agrupamentos humanos em tribos rivais entre si.

Todas as ideologias são perigosas, devem sim ser estudadas e compreendidas, contudo, se as colocarmos como verdades absolutas, dividiremos nossa sociedade e o fim da civilização estará próximo.

Encontre sua verdadeira essência, permita entender a você mesmo pois, conhecer a você mesmo pode contribuir muito para conhecer ao próximo e amá-lo como a você mesmo.

O caminho para a sabedoria é longo, difícil e as vezes, perigoso. Tem desafios grandiosos a serem transpostos, todavia, quando conseguimos cumprir a carreira, ficamos felizes como quem sonha e a nossa boca se enche de riso, e jubilamos de intensa alegria.

Não vejo a hora de dizer que quando menino, falava como menino, agora que sou grande, falo como adulto, cumpri a carreira que me foi oferecida a cumprir reconhecendo em todo o momento de minha vida a profundidade do autoconhecimento e compreender o princípio da sabedoria: temer a Deus sobre todas as coisas entendendo que este é o verdadeiro princípio do saber.

Por enquanto é isso que tenho a dizer, estas são palavras que fluem do meu coração e espero que você reflita sem preconceitos sobre o que estou dizendo e caso queira conversar sobre o tema, estou à disposição.

Alexandre Martins dos Santos

Psicólogo, professor, palestrante e empresário.

Barretos, Outono de 2019

Publicado em abril 28, 2019, republicado para o website martinsrodrigues.net.br